As carnes cruas, os frutos do mar crus e os vegetais não lavados apresentam naturalmente micróbios patogênicos, por isso eles necessitam de algum tratamento antes do consumo (cozimento ou lavagem)

Todavia, esses alimentos podem ser uma importante fonte de contaminação de outros alimentos prontos para o consumo. Essa contaminação, conhecida como contaminação cruzada, pode ocorrer por meio das mãos dos manipuladores ou pelo uso de utensílios – como facas e tábuas de corte – sujos. Um exemplo desse tipo de contaminação
é cortar frango cru e usar a mesma tábua, sem lavar, para cortar a alface.


Procedimentos para Seleção, Lavagem e Desinfecção de Frutas, Legumes e Verduras.

Na hora da compra, observar as seguintes características para escolher as frutas, legumes e
verduras. Se apresentarem as condições indicadas abaixo, não são indicadas para consumo:
- partes ou casca ou polpa amolecidas, manchadas, mofadas ou de cor alterada;
- folhas, talos ou raízes murchas, mofadas ou deterioradas;
- qualquer alteração na cor, na consistência ou no cheiro característico;
- excesso ou falta de umidade característica.

Selecionar, retirando as folhas, partes e unidades deterioradas.

Lavar em água corrente os vegetais folhosos (alface, escarola, rúcula, agrião, etc.), folha a
folha, e as frutas e legumes, um a um.

Colocar de molho, por dez minutos, em água clorada, utilizando produto adequado para esse fim (água sanitária e outros produtos específicos). Para água sanitária a diluição indicada é de 200ppm (uma colher de sopa para um litro), para os produtos específicos utilizar as recomendações do fabricante constantes do rótulo.

Fazer o corte dos alimentos para a montagem dos pratos com as mãos e utensílios bem lavados.
Manter sob refrigeração até a hora de servir.

 

 

Follow Us

Novidades

Mais Lidos

  • Semana

  • Mês

  • Todos